Mudança de Política: Governo Federal está a planeja adquirir grande volume de licenças Office e Windows 2017

Como fica o desenvolvimento de software livre no Brasil?

A mudança é um golpe bem forte na comunidade de desenvolvimento de software livre no Brasil. Dados de uma pesquisa de 2014 da IDC bancada pela Abes (entidade de empresas com modelo de negócios baseado em software proprietário) dizia que as empresas nacionais de software livre representavam 4% do faturamento do setor, sendo que 66% deste faturamento vinha de compras públicas.

Eventos como o Fórum de Software Livre, por exemplo, já experienciaram uma diminuição considerável sob o governo Temer. Neste ano, a Associação Software Livre precisou fazer uma campanha de financiamento coletivo para realizar um evento com metade do tamanho do que atraiu no passado. Isso porque o governo federal esteve, em grande parte, ausente, seja em patrocínio ou em representação.

Os maiores defensores do uso de software livre dizem inclusive que as suas soluções são mais seguras do que as proprietárias, mas isso não é o suficiente para a manutenção deles nos órgãos federais. Sem o apoio e fomento por parte do governo, a tendência é que essa comunidade de desenvolvedores se enfraqueça bastante.

Enquanto isso, nos órgãos federais mais próximos de você, os funcionários vão começar a usar Windows e Office. Como a aquisição das ferramentas ainda não foi feita, não sabemos quanto será gasto com isso. Mas, pela primeira vez desde 2003, o governo federal vai fazer uma compra imensa de licenças de um software proprietário, em vez de buscar alternativas de código aberto.

Apesar do processo já estar sendo aparentemente elaborado há algum tempo, a divulgação da aquisição das licenças da Microsoft veio em um momento um pouco interessante. No dia 19 de outubro, a Microsoft fez um evento com integrantes do governo para anunciar a criação de um “Centro de Transparência” em Brasília para fins de segurança cibernética e para trocar informações com governos da América Latina sobre origem de ataques virtuais.

Fonte. [http://gizmodo.uol.com.br/governo-federal-adota-microsoft/]

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Show Buttons
Hide Buttons